Mapa Astral do Cazuza

Ariano bem ariano


Agenor de Miranda Araújo Neto, o Cazuza, era um cara espontâneo, rebelde e idealista, que se jogava de cabeça nas coisas, que brigava pelo que queria e defendia fervorosamente seus amigos e seus ideais. Um ariano típico. Ele nasceu no dia 4 de abril de 1958, às 21h10m, no Rio de Janeiro. Tem o Sol na casa 5, seu ascendente é Sagitário e Lua em Libra, o que dá pistas de seu lado romântico e um tanto ingênuo, como também é compatível com sua índole combativa e sua enorme criatividade.

Desde garoto, não atendia se o chamassem por seu nome de batismo, do qual só passou a gostar depois que soube que o grande compositor Cartola também se chamava Agenor.

Como é indicado por Aquário na casa 4 do seu mapa, ele teve muita liberdade na infância. Aos treze anos tinha a chave de casa e dirigia o carro da família com a autorização de seu pai, que era diretor da Som Livre, uma grande gravadora de época, o que lhe proporcionou o contato com os grandes nomes da música brasileira, como João Gilberto, Elis Regina, Novos Baianos, Jair Rodrigues, entre outros.

Aos 17 anos, já escrevia poesia e queria ser artista, mas, por insistência do pai, entrou na faculdade de comunicação, que abandonou poucas semanas depois, e trabalhou algum tempo na Som Livre, selecionando material e escrevendo releases. Depois. Em 1979, com 21 anos, fez um curso de fotografia na Universidade de Berkeley, nos Estados Unidos, talento latente apontado em seu mapa por Vênus em contato com Júpiter, Netuno e Mercúrio. Naquele período, descobriu a literatura da Geração Beat, que mais tarde teria grande influência em seu processo criativo.

Voltou para o Rio de Janeiro em 1980 e começou a estudar teatro com o grupo Asdrúbal Trouxe o Trombone. Chegou até a ensaiar uma peça, mas acabou mudando de rumo. O cantor Leo Jaime, seu colega nos ensaios, sugeriu que ele procurasse um grupo que estava precisando de um cantor. Foi assim, que, aos 23 anos, Cazuza encontrou o que estava procurando. Ele conheceu os garotos que estavam formando o Barão Vermelho e, imediatamente, surgiu uma grande amizade e uma fértil parceira musical. O sucesso não foi imediato, mas com o apoio luxuoso de Caetano Veloso, o grupo explodiu. Logo, o Brasil inteiro cantava hits como Bete Balanço, Todo Amor Que Houver Nessa Vida, Pro Dia Nascer Feliz e Maior Abandonado.

Em seu mapa, Urano está na casa 9, em Leão, indicando seu inconformismo, sua personalidade polêmica, transgressora e libertária. Gostava da vida boêmia, do underground e dos dramalhões dos sambas de Dolores Duran, e não abria mão de sua liberdade criativa. Cazuza nunca evitou a polêmica, tornou público que era bissexual e nunca escondeu sua era portador do vírus da AIDS. Nunca se casou, mas teve muitos casos amorosos e se envolveu intensamente com algumas pessoas, entre elas, Ney Matogrosso, que seria o iluminador de seus últimos shows.

Mas Cazuza era um ser inquieto e ávido por novos caminhos. Ele precisava experimentar outras coisas, beber de outras fontes, coisa que o rock do Barão Vermelho já não lhe permitia. Em 1985, ele sentiu que tinha que seguir sozinho. Foram cinco anos de carreira-solo, durante os quais, mesmo com as dificuldades impostas pelos primeiros sintomas da doença, Cazuza criou grandes sucessos, como: Codinome Beija-Flor, Ideologia, Brasil, Faz Parte Do Meu Show, O Nosso Amor A Gente Inventa e O Tempo Não Para.


A vergonhosa capa da Veja

E ele era mesmo exagerado, como diz em uma de suas letras. Em dez anos de carreira, ele criou dezenas de sucessos, gravou 126 canções, outras 34 foram gravadas por outros artistas e ainda restaram 78 inéditas. Cazuza morreu devido a um choque séptico causado pela AIDS, no dia 7 de julho de 1990, aos 32 anos. Em 2008, ficou na 34ª posição na Lista dos Cem Maiores Artistas da Música Brasileira da revista Rolling Stone.

Aspectos planetários e frases de suas músicas

-Lua em trigono com Vênus, em conjunção com Júpiter, indicando sua sensibilidade e delicadeza, mas também seu lado intenso, excessivo, desatinado.

“você sai de perto eu penso em suicídio”

-Ascendente Sagitário, com Plutão na casa 10, e Vênus em Aquário em trigono com Netuno, indicação de uma pessoa contestadora, futurista. fantasiosa, imaginativa, viajante.

“eu vejo um museu de grandes novidades”

-Saturno na casa 1 e Lua em Libra, indicando um lado surpreendentemente conservador e romântico.

“eu quero a sorte de um amor tranquilo”



O que achou do artigo?

Comente abaixo:



Matérias relacionadas

Busca

MAPA ASTRAL GRÁTIS




:

Mapa em horário de verão?

Não   Sim



Cadastre-se