Eclipses

Como podem afetar você

No dia 15 de fevereiro, teremos o eclipse parcial do Sol a 27º de Aquário. Portanto, quem tiver Sol, Lua, ascendente ou outros planetas nestes signos próximos dos graus do eclipse será mais afetado.

Imagine o que pensava e sentia um camponês do século 16, por exemplo, quando o sol era encoberto e, em poucos minutos, a Lua desaparecia ou o dia virava noite. Podemos supor que ele ficava surpreso, curioso e bastante amedrontado. Afinal, aquela era uma alteração da ordem natural que, provavelmente, ele jamais tinha visto antes, já que, embora ocorram com certa regularidade, de 2 a 7 por ano, esses eventos nem sempre são visíveis.

Hoje, mesmo sabendo que o Sol não se apagou e um dragão não está devorando a Lua, ainda ficamos impressionados. Há muito tempo a ciência nos mostrou que um eclipse ocorre quando um astro impede a visão de outro, parcial ou totalmente. No caso do eclipse lunar, a Terra impede que a luz do Sol seja projetada em nosso satélite, ou seja, vemos a sombra do nosso planeta na Lua. No caso de um eclipse solar, é a Lua que impede a visão do Sol.

Eclipses são fenômenos de ocultação e redução da luz, que envolvem o Sol e à Lua, astros chamados de Luminares e que são especialmente importantes na interpretação astrológica. Por simbolizarem uma anomalia na ordem das coisas, representam  incertezas, .tensão emocional, reviravoltas, acontecimentos imprevistos, descobertas surpreendentes, tendência à precipitação, mudanças bruscas de comportamento, etc.

Quando ocorre um eclipse lunar, como o que ocorreu no dia 31 de janeiro de 2018, os atributos do Sol ficam mais evidentes, digamos assim, enquanto que os atributos da Lua ficam encobertos, obscurecidos, ocultos, etc. A Lua simboliza o passado, a casa, a família, as origens e tudo o que nos dá segurança. Portanto, o eclipse lunar mexe exatamente com isso, afetando a forma de reagir, a necessidade de acolhimento e o equilíbrio emocional.  Por exemplo, durante um período de eclipse pode haver uma mudança familiar que altere a base na qual a pessoa se apoiava, fazendo com que ela saia de sua zona de conforto, de forma temporária ou definitiva.

Já o período durante o qual oocrre um eclipse do Sol pode ser marcado pela incerteza, porque os atributos da Lua ficam mais evidentes, enquanto que os atributos da nossa estrela, como brilho pessoal, consciência e, por extensão, certeza e autoconfiança. ficam obscurecidos e enfraquecidos. Assim, um eclipse Solar como o do dia 15 de fevereiro, pós carnaval, pode gerar incertezas, projetar sombras sobre as coisas e tornar mais difícil manter a racionalidade e agir de forma objetiva.

Como eclipses solares podem trazer um retorno do passado, é possível que uma pessoa reapareça, que um hábito seja retomado ou que uma situação seja drasticamente alterada ou revertida. Por exemplo, a pessoa pode voltar a fazer esportes ou, pela via negativa, pode voltar a fumar ou a beber; por algum motivo, a pessoa pode voltar a morar com a família; nos relacionamentos, um amor do passado pode ressurgir, provocando desgaste, crise ou mesmo a ruptura do relacionamento atual, principalmente se já houver problemas ou situações mal resolvidas, etc.

A maioria dos astrólogos concorda que o período durante o qual as manifestações dos eclipses são sentidas varia de 30 dias até 9 meses, mas alguns acreditam que os efeitos de um eclipse se mantêm até que se repita outro eclipse em condições idênticas, Seja como for, os efeitos tendem a ser mais intensos nos signos e nas casas do mapa natal onde ocorrem. No dia 31 de janeiro, tivemos o eclipse total da Lua, com Lua Cheia e Lua de Sangue a 11º de Leão. Já no dia 15 de fevereiro, teremos o eclipse parcial do Sol a 27º de Aquário. Portanto, quem tiver Sol, Lua, ascendente ou outros planetas nestes signos próximos dos graus do eclipse será mais afetado. Talvez seja uma boa ideia não tomar decisões importantes no intervalo entre os dois eclipses.

Verifique qual casa do seu mapa será afetada pelo eclipse:

Casa 1: o Eu, a personalidade, a imagem, etc.

Casa 2:  as  finanças, os valores pessoais, etc.

Casa 3: as comunicações, o intelecto, os contatos, os estudos, etc.

Casa 4: as origens, a família, a casa, etc.

Casa 5: os amores, os filhos, a criatividade, etc.

Casa 6: a saúde, o trabalho, o cotidiano, etc.

Casa 7:  os relacionamentos, as parceiras comerciais ou afetivas, etc.

Casa 8: as transformações, as crises, o dinheiro dos outros, etc.

Casa 9:  as convicções religiosas e filosóficas, o conhecimento, etc.

Casa 10: a carreira, a vida social, etc.

Casa 11: os amigos, os grupos, os projetos para o futuro, etc.

Casa 12: os retiros voluntários ou compulsórios, os inimigos ocultos, etc.

 

Postado em Curiosidades

Deixe um Comentário

 

Compatibilidade Solar

Seus dados

Sexo:  Masculino   Feminino  

Signo:

Dados dx parceirx

Sexo:  Masculino   Feminino  

Signo: