O Mapa de Vinícius de Moraes

Os 12 poemas A Mulher e os Signos


Marcus Vinícius de Mello Moraes, ou simplesmente Vinícius de Moaraes, nasceu no dia 19 de outubro de 1913, no Rio de Janeiro, às 05 h 10 m, Diplomata, boêmio, autor de grandes sucessos da música brasileira, como Chega de Saudade e Garota de Ipanema, tinha Sol e Ascendente em Libra, apaixonado, casou 9 vezes e, entre muitos outros, escreveu 12 poemas intitulados A Mulher e os Signos.

Ele tinha o Sol em Libra e o ascendente no mesmo signo, indicação de sua vertente diplomática e de sua necessidade de se relacionar, necessidade levada ao paroxismo. Basta lembrar que Vinícius seguiu carreira diplomática, chegando a ser vice-cônsul em Los Angeles, em Paris e Montevidéu e que se casou 9 vezes e teve incontáveis paixões. E o Sol em seu mapa faz quadratura com Netuno e trigono com Plutão, ambos em Câncer, indicação de seu talento, de sua imaginação e sua poesia e de sua religiosidade.

(- dados do astro.com)

Ele tinha Lua na casa 8, em Gêmeos, que aponta para seu notório talento com as palavras,  mas também dá pistas de uma relação familiar e uma primeira infância um tanto retraída. Filho de uma pianista e de um funcionário público que também era poeta, mas tão tímido que escondia seus poemas, Vinícius estudou no conservador colégio jesuíta Santo Inácio, onde estudavam os filhos da aristocracia carioca. Lá ele aprendeu que, antes de amar a Deus, devia primeiro temer a Deus.

Embora tenha mudado radicalmente na idade madura, Vinícius chegou a flertar com o integralismo na juventude, talvez sob influência do ambiente e dos colegas, como afirma seu biógrafo: “Um Vinicius formado na direita, entre verbetes do catolicismo, do integralismo e do fascismo, se opõe agora a um outro Vinicius que começa a se enamorar da esquerda e do socialismo…” (CASTELO,1993, p.117). Tal possibilidade é compatível com a quadratura Sol-Netuno e reforçada por Capricórnio na casa 4 e Saturno em trigono com o Ascendente em seu mapa. Aliás, é curioso notar que, quando Vinícius tinha por volta de 40 anos, Netuno em trânsito fez conjunção com o seu Sol, período durante o qual ele viveu “experiências místicas inexplicáveis”, segundo consta na biografia escrita por José Castelo, (CASTELO,1993, p.156)

E ele tinha Vênus, que representa o amor e o erotismo, a criatividade e os valores, em Virgem, em sextil com Netuno, reforçando sua visão romântica, idealizada e um tanto fantasiosa das relações afetivas. Não é à toa que boa parte de sua obra é marcada pelo lirismo e pela exaltação ao amor romântico. De fato, os relacionamentos constituíam um ponto nevrálgico na vida do poeta, mas o fato de Vênus estar na casa 12 e em conjunção com o Nodo é uma indicação de que ele buscava prazer e transcendência  na troca afetiva, quase compulsivamente,  como se fosse um vício, ou um desregramento. O mesmo pode ser dito em relação à sua proverbial queda por álcool. É dele a frase: “O uísque é o cachorro engarrafado”. E tal tendência ao prazer compulsivo é reforçada pelo contato tenso de Vênus com Plutão, uma quadratura que indica a busca de um amor impossível, de uma simbiose perfeita, de uma fusão, que levava à inevitável queda no abismo da desventura.

Mas como Vênus faz também um trigono não exato, mas ativo, com Urano, o que sugere uma forma de amar muito particular, que privilegia a liberdade individual, não é surpresa que ele se separasse com certa facilidade.  E dizem que quando se separava, Vinícius simplesmente ia embora, levando apenas o essencial, Tal desapego também é indicado pelo contato harmonioso de Sol com Plutão.

Vinícius se destacou na música e suas parcerias com grandes nomes como João Gilberto, Toquinho, Tom Jobim e Chico Buarque renderam composições que se tornaram sucessos no Brasil e no mundo e que têm lugar de destaque na história da música, como Rosa de Hiroshima, Insensatez, Chega de Saudade, Eu Sei Que Vou te Amar e Garota de Ipanema. Mas o Poetinha, como era carinhosamente chamado pelos amigos, também foi escritor e deixou trabalhos impregnados de misticismo, com temática social e muitos cujo tema é a mulher, entre eles, 12 poemas intitulados a Mulher e os Signos, que foram encomendados pela Revista Manchete e publicados na primeira edição de 1971, como presente de Ano Novo para os leitores da revista. Postamos aqui para os nossos leitores. 

Áries

Branca, preta ou amarela
A ariana zela.

Tem caráter dominador
Mas pode ser convencida
E aí, então, fica uma flor:
Cordata… e nada convencida.

Porque o seu dominador
É o amor.
Eu cá por mim não tenho nenhum
Preconceito racial:
Mas sou ariano!

 

Touro

O que é que brilha sem
Ser ouro? – A mulher de Touro!
É a companheira perfeita
Quando levanta ou quando deita.
Mas é mulher exclusivista
Se não tem tudo, faz a pista.
Depois, que dona-de-casa…
E a noite ainda manda brasa.
Sua virtude: a paciência
Seu dia bom: a sexta-feira
Sua cor propícia: o verde
As flores dos seus pendores:
Rosa, flor de macieira.

 

Gêmeos

A mulher de Gêmeos
Não sabe o que quer
Mas tirante isso
É boa mulher.

A mulher de Gêmeos
Não sabe o que diz
Mas tirante isso
Faz o homem feliz.

A mulher de Gêmeos
Não sabe o que faz
Mas por isso mesmo
É boa demais…

 

Câncer

Você nunca avance
Em mulher de Câncer.

Seu planeta é a Lua
E a Lua, é sabido
Só vive na sua.
É muito apegada
E quando pegada
Pega da pesada.

É mulher que ama
Com muito saber
No tocante a cama
Não sei lhe dizer…

 

Leão

A mulher de Leão
Brilha na escuridão.

A mulher de Leão, mesmo sem fome
Pega, mate e come.

A mulher de Leão não tem perdão.

As mulheres de Leão
Leoas são.

Poeta, operário, capitão
Cuidado com a mulher de Leão!

São ciumentas e antagônicas
Solares e dominicais
ígneas, áureas e sadônicas
E muito, muito liberais.

 

Virgem

Se Florence Nightingale era Virgem
Não sei… mas o mal é de origem.

A mulher de Virgem aceita a amante
Isto é: desde que não a suplante.

Sexo de consumo, pães-de-minuto
Nada disso lhe há de faltar
O condomínio é absoluto
A virgem é mulher do lar.

Opala, safira, turquesa
São suas pedras astrais
Na cuca, muita esperteza
Na existência, muita paz.

 

Libra

A mulher de Libra
Não tem muita fibra
Mas vibra.

Quer ver uma libriana contente?
Dê-lhe um presente.

Quando o marido a trai
A mulher de Libra
balança mas não cai.

Se você a paparica
Ela fica.

Com librium ou sem librium
Salve, venusina
Que guarda o equilíbrio
Na corda mais fina.

 

Escorpião

Mulher de Escorpião
Comigo não!
É a Abelha Mestra
É a Viúva Negra
Só vai de vedete
Nunca de extra.
Cria o chamado conflito
de personalidades.
É mãe tirana
Mulher tirana
Irmã tirana
Filha tirana
Neta tirana.
tirana tirana.
Agora, de cama diz -
que é boa paca.

 

Sagitário

As mulheres sagitarianas
São abnegadas e bacanas.
Mas não lhe venham com grossuras
Nem injustiças ou censuras
Porque ela custa mas se esquenta
E pode ser muito violenta.
Aí, o homem que se cuide…
– Também, quem gosta de censura!

 

Capricórnio

A capricorniana é capricornial
Como a cabra de João Cabral.
Eu amo a mulher de Capricórnio
Porque ela nunca lhe põe os próprios.

A caprina é tão ciumenta
Que até os ciúmes ela inventa.
Mulher fiel está aí: é cabra
Só que com muito abracadabra.

Suas flores: a papoula e o cânhamo
De onde vêm o ópio e a maconha
Ela é uma curtição medonha
Por isso nos capricorniamos.

 

Aquário

Se o que se quer é a boa esposa
A aquariana pousa.

Se o que se quer é uma outra coisa
A aquariana ousa.

Se o que se quer é muito amor
A aquariana
É mulher macho sim senhor.

Porém não são possessivas
Nem procuram dominar
Ou são meigas e passivas
Ou botam para quebrar.

 

Peixes

Mulher de Peixe… peixe é
Em águas paradas não dá pé
Porque desliza como a enguia
Sempre que entra numa fria.
Na superfície é sinhazinha
E festiva como a sardinha
Mas quando fisga um namorado
Ele está frito, escabechado.
É uma mulher tão envolvente
Que na questão do Paraíso
Há quem suspeite seriamente
Que ela era a mulher e a serpente.
Seu Id: aparentar juízo
Seu Ego: a omissão, o orgulho
Sua pedra astral: a ametista
Seu bem: nunca ser bagulho
Sua cor: o amarelo brilhante
Seu fim: dar sempre na vista

 



O que achou do artigo?

Comente abaixo:



Matérias relacionadas

Busca

MAPA ASTRAL GRÁTIS




:

Mapa em horário de verão?

Não   Sim



Cadastre-se