20/052017

Os ciclos de 7 anos

Saturno e Urano - Os Ciclos Planetários

Assim como a Terra tem um ciclo de 12 meses, que é o tempo que o planeta leva para fazer o movimento de translação em volta do Sol, outros planetas têm ciclos que se repetem e que são importantes indicadores astrológicos.

Há uma mística que envolve alguns números, como o número 7, por exemplo: 7 dias da semana, 7 notas musicais e, no passado, 7 planetas. De fato, a vida tem ciclos bem definidos de 7 anos, que se repetem, de formas diferentes, mas se repetem. Assim como a Terra tem um ciclo de 12 meses, que é o tempo que o planeta leva para fazer o movimento de translação em volta do Sol, outros planetas têm ciclos que se repetem e que são importantes indicadores astrológicos. Entre eles, destaca-se Saturno. Como leva 29 anos para completar sua órbita, a cada 7 anos, mais ou menos, Saturno forma um ângulo com relação á sua posição original.

Digamos que uma pessoa nasceu com Saturno a 10 graus de Áries. Então, mais ou menos aos sete anos, ela vai ter Saturno a 10 graus de Câncer, formando um ângulo de 90 graus com sua posição original, o que em astrologia chamamos quadratura. É o indicador de um período no qual a pessoa ganha as primeiras responsabilidades, como ir à escola, cumprir horários, fazer o dever de casa e, no plano físico, consolidar o processo de troca dos dentes, também regidos por Saturno.

Sete anos depois, quando a pessoa tem por volta de 14/15 anos, Saturno forma um ângulo de 180 graus em relação à sua posição original no mapa, o que chamamos em astrologia de oposição. É quando a pessoa perde os privilégios concedidos às crianças e começa a ser cobrada pela família e pela sociedade de forma mais séria, às vezes, como se fosse um adulto. Ela já não tem a inocência da infância, mas não tem a segurança de alguém mais velho. Não é à toa que a adolescência seja um período tão angustiante para muitas pessoas.

Passados mais sete anos, a pessoa completa 21/22 anos e Saturno forma um ângulo de 120 graus em relação à sua posição original, o que chamamos em astrologia de trigono. É quando a pessoa chega à maioridade e, efetivamente, tem de encarar a realidade da vida adulta, de pensar em carreira, trabalho, em se sustentar, em viver  por conta  própria, etc.

Completando o ciclo, Saturno volta à sua posição original quando a pessoa está com 29 anos, o que em astrologia se chama Retorno de Saturno. É quando a pessoa se depara com as questões inerentes à maturidade. Ela percebe que a juventude se foi, que a jovialidade começa a dar lugar a seriedade que vem com o tempo, que as coisas adquiriram um peso e uma densidade que antes não possuíam, ou que antes ela não percebia. A pessoa começa não apenas a se sentir mais cobrada, pela sociedade ou pela família, como também passa a se cobrar, devido ao senso de responsabilidade que vinha desenvolvendo e que se consolida durante essa fase. Talvez ela se questione sobre suas escolhas, suas atitudes, sua capacidade profissional, sobre sua carreira, etc. Quanto mais adequado tiver sido seu caminho, menor será a energia gasta para a correção do rumo. Depois disso, os ciclos começam a se repetir, em, uma frequência diferente, compatível com a faixa etária corresponde á segunda metade da vida, aos 36/37 anos, depois aos 43/44, depois aos 50/ 58 e assim por diante. Todo mundo passa por isso de alguma forma, independentemente de onde tenha Saturno no mapa.   

Além de Saturno, Urano também é um planeta cuja órbita é marcada por ciclos de 7 anos. Como temos 12 signos no zodíaco, cada um ocupando 30 graus na eclíptica, e Urano leva 84 anos para completar sua órbita de 360 graus em torno do Sol, o planeta muda de signo a cada 7 anos, diferentemente de Saturno, que muda de signo a cada 2 anos e meio. Assim, a pessoa vai viver seus primeiros anos com Urano em determinado signo, depois vai viver os próximos 7 anos com Urano em outro signo e assim por diante. Para ficar mais claro: digamos que quando a pessoa nasceu Urano estava a 15 graus de Touro, ou seja, já no meio do signo. Então, ela vai viver os primeiros 3 anos e meio com Urano neste signo, os próximos 7 anos com Urano em Gêmeos, os próximos com Urano em Câncer e assim por diante. São os chamados setênios, períodos de sete anos marcados por mudanças físicas, psíquicas, comportamentais, etc. Muitos acreditam que a pessoa renova todas as amizades (atributo de Urano) num período de 7 anos. Seja como for, como Urano é um planeta que traz imprevistos e surpresas e está longe de representar estabilidade ou segurança, não é à toa que seja associado às crises ou mudanças, que costumam ocorrer a cada 7 anos e que podem abalar não apenas as pessoas, mas as parcerias, as empresas, etc. 

A combinação dos ciclos de Saturno e de Urano (e claro, dos outros planetas e variáveis do mapa) é que vai dando a dinâmica das mudanças que experimentamos. Pode ocorrer de uma pessoa experimentar simultaneamente as mudanças dos ciclos de Saturno e as mudanças de um signo para outro de Urano, mas o mais comum é que as mudanças não coincidam. Apesar disso, os dois planetas têm algo mais em comum. Saturno sempre foi o regente de Aquário, mas, para os praticantes da chamada Astrologia Moderna, Urano passou a ser o novo regente do signo, depois de sua descoberta, em 1781. Alguns falam em co-regência, mas para os praticantes da Astrologia Clássica, estudada desde os primórdios da humanidade, Saturno continua sendo o regente inabalável de Aquário.

Postado em Curiosidades

Deixe um Comentário

 

Compatibilidade Solar

Seus dados

Sexo:  Masculino   Feminino  

Signo:

Dados dx parceirx

Sexo:  Masculino   Feminino  

Signo: