18/062012

A Astrologia e o mundo acadêmico

Você talvez esteja se perguntando o que a astrologia tem a ver com o universo acadêmico. Pois acredite que até 1666 a astrologia era matéria de faculdade e gozava de grande prestígio entre os poderosos. Segundo o polêmico pensador Olavo de Carvalho:

Nicolau Copérnico

"Para começo de conversa, quem expulsou a astrologia das cátedras universitárias não foi o avanço da ciência, como normalmente se supõe, mas uma interpretação apressada das descobertas de Copérnico. A expulsão foi decretada em 1666, por Colbert, ministro de Luís XIV, com a alegação de que a astrologia não tinha fundamento cientifico. "

No entanto, de uns tempos para cá, apesar de toda a descrença, em parte provocada pela aura mística com a qual alguns insistem em envolver a astrologia, muitas faculdades se desarmaram de seus preconceitos e  passaram a investigar o assunto com seriedade.

Hoje, felizmente, há sinais de que o preconceito está novamente sendo vencido pelo conhecimento e podemos até falar em uma volta da astrologia à academia. A Universidade de Stanford, a Escola Técnica Superior de Zurique,  o Kepler College em Londres, a Cândido Mendes no Rio, a UnB em Brasília e algumas outras em todo o mundo oferecem cursos de astrologia.

 

"Centro de Estudos Avançados Multidisciplinares – CEAM -Núcleo de Estudos de Fenômenos Paranormais – NEFP

Resultados da Pesquisa “Verificação dos efeitos das posições dos astros na eclíptica com respeito à formação do homem e seu cotidiano”

Paulo Celso dos Reis Gomes Coordenador do NEFP e da pesquisa Mat. 151769

CONCLUSÃO

A pesquisa foi realizada unicamente com a coleta, a compilação, e o tratamento de dados. Portanto, não envolve nenhum tipo de riscos à saúde e à integridade física de seus participantes. Os resultados finais advindos da pesquisa foram a confirmação da tendência de que: (i) determinantes astrológicas mantenham uma estreita relação entre a formação da personalidade, da emoção, intelecto, valores familiares, etc, com a geografia astral; e (ii) existem determinantes astrológicas que podem indicar os acontecimentos do cotidiano do ser humano.

A coordenação da pesquisa obteve, como conclusão final do trabalho realizado, fortes indícios de que a Astrologia pode e deve ser tratada como uma ciência, pois toda a metodologia para sua utilização está baseada em princípios gerais, os quase podem ser facilmente colocados de forma acadêmica/científica, com base nas ciências físicas.

Postado em Astrologia

Deixe um Comentário

 

Compatibilidade Solar

Seus dados

Sexo:  Masculino   Feminino  

Signo:

Dados do(a) parceiro(a)

Sexo:  Masculino   Feminino  

Signo: