Mapa Astral do Papa Francisco

Ilustríssimo sagitariano


Jorge Mario Bergoglio, o Papa Francisco, nasceu no dia 17 de dezembro de 1936, às 21 horas, em Buenos Aires, Argentina. Ele tem o Sol em Sagitário, na casa 6, fazendo quadratura com Netuno e conjunção com Júpiter, que é regente deste signo, mas que está em Capricórnio, o que evidencia uma pessoa com forte espiritualidade e que põe em prática suas convicções religiosas latentes. Não é surpresa que às vezes diga coisas que chocam as pessoas e que tenha se formado em filosofia, disciplina associada a Sagitário.

"Se meu amigo (...) xinga a minha mãe, ele pode esperar um soco. É normal. Não se pode provocar"

Quando era jovem, ele sofreu uma grave infecção respiratória que afetou seriamente um de seus pulmões, o que poderia ser apontado por Júpiter em conjunção com Mercúrio em oposição ao ascendente e Quíron na casa 12.

Ele tem o ascendente em Câncer, cujo regente, a Lua, está em Aquário em conjunção com Vênus, o que indica um homem afetuoso, doce e acolhedor.  Talvez este aspecto em combinação com alguns trânsitos, como o de Plutão por seu signo,  possam dar pistas sobre suas aparente ambiguidade e sobre o fato de o Papa se mostrar, em alguns episódios, uma pessoa progressista e, em outros, uma pessoa conservadora. Por exemplo: ele foi acusado de cooperar com a ditadura argentina no final dos anos 1970 e hoje, provocando o ódio dos mais tradicionais, parece flertar com o que há de mais libertário na Igreja, quase que nos moldes da Teologia da Libertação. Outro exemplo, ele recebeu um homossexual, mas é contra o casamento civil entre pessoas do mesmo sexo e é contra o aborto, mas admite a adoção de crianças por homossexuais, etc.

Apesar de tal contradição, a imagem que ele passa para o mundo é a de um homem que muda paradigmas. Afinal, ele tem Urano na casa 10, o que geralmente indica alguém que não aceita muito bem regras anacrônicas e sem sentido. De fato, o Papa Francisco quebrou o protocolo muitas vezes e abriu mão da formalidade característica do serviço papal. Não aceitou o carro luxuoso do Vaticano, só anda em carros populares e recusou as vestimentas luxuosas do cerimonial. Segundo alguns, ele teria dito: “O carnaval acabou”.

Como líder dos católicos, Francisco continua sendo um homem simples, que se esforça para quebrar a rigidez do clero e trazer as pessoas de volta à igreja, que ele acredita que deve ser mais receptiva e acolhedora. Na verdade, sempre manteve hábitos austeros. Antes de ser eleito Papa, morava sozinho, fazia sua própria comida, andava de ônibus e de metrô e costumava visitar favelas em Buenos Aires. Não foi por acaso que adotou o nome de Francisco, uma referência ao santo católico que abriu mão da riqueza em benefício dos pobres.

“Não tenho ouro nem prata, mas trago comigo o mais valioso: Jesus Cristo.”

Claro que isso lhe custou muitas críticas dos conservadores. Foi chamado de demagogo, hipócrita e até de comunista, mas Francisco não esmoreceu e tem se mostrado aberto às reivindicações das minorias, o que tem angariado a simpatia até de quem não é religioso. Curiosamente, alguns dizem que ele, um Papa, é o líder mundial mais progressista da atualidade.



O que achou do artigo?

Comente abaixo:



Matérias relacionadas

Busca

MAPA ASTRAL GRÁTIS



:

Mapa em horário de verão?

Não   Sim

Cadastre-se