Mapa Astral de Brad Pitt

Ilustre Sagitariano


William Bradley Pitt

Brad Pitt nasceu em 18 de dezembro de 1963, às 06h33m, numa cidade chamada Shawnee, em Oklahoma. É um sagitariano legítimo, aliás, duplamente, já que, além do signo, seu ascendente também é Sagitário, signo associado à idéia de expansão e abundância, à busca constante por novos territórios e por um sentido para a vida.

Mapa astral de Brad Pitt

Como se não bastasse, ele tem o planeta Júpiter, que é o regente de Sagitário, na casa 4, em aspecto harmônico com seu ascendente, que é onde ele também tem o Sol. São indicações de uma pessoa de natureza inquieta e autoconfiante, com predisposição a buscar grandes objetivos, mesmo que pareçam distantes. E ele demonstrou claramente tais características em 1986 quando, pouco antes de se formar, largou o curso de jornalismo na Universidade do Missouri para tentar a vida artística na Califórnia.

Astro Brad Pitt

Talvez o mundo tenha perdido um bom jornalista, mas ganhou um astro do cinema.

Em concordância com o stellium em Capricórnio, um dos signos dominantes em seu mapa, quando foi necessário, ele trabalhou duro e fez o que era preciso para se sustentar até alcançar o sucesso. Foi motorista, entregador de pizza, carregador de geladeira, operador de telemarketing e até recepcionista de uma lanchonete em Los Angeles, com o detalhe que ele tinha de trabalhar vestido com uma fantasia de frango. Mas logo as coisas mudariam. 

O primeiro papel na Tv foi em 1987 na série Dallas. Brad fez uma participação em cinco capítulos como genro da personagem de Priscila Presley. No mesmo ano, estreou nos cinemas com o filme Abaixo de Zero. E em 1991, ele obteve o papel que abriria definitivamente as portas para o sucesso: uma participação em “Thelma & Louise” como o personagem que seduzia a personagem de Geena Davis.

Parece que o destino tem sido muito generoso com Brad Pitt, o que é compatível com as indicações de seu mapa natal.

O sucesso profissional, principalmente em atividades relacionadas à comunicação, é indicado por Mercúrio em Capricórnio, que é regente da casa 10 e está em trigono com esta casa. A vida familiar intensa e estruturada é indicada por Júpiter na casa 4 e Lua em conjunção com Vênus em Capricórnio. Sua movimentada vida afetiva é compatível com a indicação da casa 7 em Gêmeos, que também pode indicar mais de um casamento. De fato, antes de se casar com Angelina, ele teve relacionamentos sérios com atrizes também bonitas e famosas, como Juliette Lewis, Gwinet Paltrow, e também Jenifer Alliston, com quem foi casado durante 5 anos.


Brad Pitt e Angelina Jolie foram casados de 2005 a 2016 e, segundo os tabloides, a separação se deu por causa de um caso extraconjugal do astro e também devido ao seui consumo exagerado de álcool e de maconha. Enquanto estiveram juntos, eles formaram o casal mais invejado do cinema mundial. Representaram uma espécie de versão politicamente correta de Richard Burton e Elizabeth Taylor do século 21. Ambos são lindos, talentosos e bem sucedidos, mas em vez da ostentação, das jóias caríssimas e do glamour das festas, eles escolheram o engajamento e o trabalho em causas humanitárias. Ela é Embaixadora da Boa Vontade da ONU e eles atuaram juntos em missões sociais em países do continente africano.

 Há várias indicações em seu mapa de tendência a certo idealismo, com  convicções e ideais sólidos e a um forte senso de ética. Há também indicações de uma idéia de universalidade, como se ele sentisse que o mundo é sua casa e sua casa é o mundo, o que é compatível com fatos significativos de sua vida. Basta lembrar que o casal tem 3 filhos legítimos e mais 3 adotados em outros continentes do mundo. Além disso, o primeiro filho do casal nasceu na Namíbia e o casal de gêmeos nasceu na França. E é interessante que ele tenha protagonizado o filme Babel que, de certa forma, corresponde a essa idéia.

Clube da Luta Brad Pitt 

Brad Pitt ganhou vários prêmios durante sua carreira: como o Globo de Ouro de Melhor Drama em 1995, 2007, 2009 e 2011, seis prêmios Baftadois Emmy de Melhor Telefilme e dois prêmios Screen Guild Actors, como melhor. ator. Ele também ganhou Oscar em 2015, mas como produtor do Melhor Filme, 12 Anos de Escravidão. Como ator, o galã foi  indicado várias vezes para o Oscar, mas só ganhou o prêmio em 2020 como ator coadjuvante por sua atuação em Era Uma Vez... em Hollywood. Ganhou também prêmios menores como ator e alguns menos prestigiados, como o Framboesa de Outro pela pior dupla em Entrevista com o Vampiro em 1994, e o de “O Homem Mais Sexy do Mundo" dado pela revista People em 1995 e novamente em 2000. Nada que o desabone. Afinal, não se pode culpá-lo por sua beleza e sua imagem de alguém sensível e confiante, mas desprotegido, um tanto reservado e com um toque de melancolia, características que exercem fascínio sobre seus admiradores e que são compatíveis com as indicações de sua Lua e Vênus em Capricórnio.

E apesar de certa irregularidade, Brad Pitt tem se esforçado para construir uma carreira sólida e provar que não é apenas mais um rostinho bonito. E tem demonstrado seu talento e sua versatilidade em filmes como Seven, Os Doze Macacos, Clube da Luta, Sete Anos no Tibet, Encontro Marcado, Bastardos Inglórios e O Estranho Caso de Benjamin Button.



O que achou do artigo?

Comente abaixo:



Matérias relacionadas

Busca

MAPA ASTRAL GRÁTIS



:

Mapa em horário de verão?

Não   Sim

Cadastre-se